Space Invaders at the Picasso's Museum

6 comentários:

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

adorei, adoro grafites

Quinito disse...

prá fans! dos games

abraço

Walter Neiger disse...

great title ... nice find.

cristina disse...

numa colocação estrategicamente dissimulada... mas nem assim te escaparam ;-)

luísM disse...

Não percebo o sentido desta peça. Tornar perene uma coisa que é virtual? Fixar a memória (da nostalgia dum tempo) do spectrum? Apontar a história numa época em que o presente é contínuo, não permitindo ausências, porque a informação contínua e aparentemente renovada submerge e preenche todos os desaparecimentos? O consumo, que torna tudo obsoleto menos ele próprio, porque se justifica pela actualidade e pela pertença (mesmo que solitária, ou por ser mesmo solitária) ao agora, ao imediato e instantâneo?
Existem muitas dessas intervenções pela cidade, ou são episódicas?

Caçador disse...

Luís, homem vê o site deles aqui ao lado. Estão por todo o lado... como invasores.